O que é plano de ação?

O que é plano de ação?

Para conseguir se desenvolver e crescer com qualidade, é importante que as empresas adotem um setor de marketing ativo e com objetivos, visando a inclusão das melhores estratégias. Para isso, o primeiro passo é o plano de ação.

Também conhecido como plano de marketing, ele servirá como a base para qualquer campanha, projeto ou ação que uma empresa iniciará, traçando o caminho correto para garantir o seu sucesso e crescimento.

Basicamente, esse plano se refere a um planejamento completo de todas as ações de marketing que devem ser realizadas para conseguir atingir um objetivo específico.

Portanto, é um recurso de gestão para quem deseja manter a competitividade no mercado.

Por exemplo, uma empresa que vende sensor indutivo NPN estabelece que deseja aumentar o seu alcance, aumentando suas vendas e o destaque no mercado.

O plano criará as ações para alcançá-lo, como o passo a passo para investir nas redes sociais.

Dessa forma, é possível concluir que ele direciona todo o trabalho que precisa ser realizado dentro da empresa, garantindo a aplicação de estratégias eficientes e que conseguirão dar resultados.

Por todos esses motivos, ele é um documento detalhado, com todas as tarefas que cada grupo de colaboradores precisa cumprir para conseguir realizar os trabalhos da maneira mais certeira possível.

Sendo assim, é essencial definir uma visão completa de causa e efeito, uma vez que todas as ações que forem criadas deverão ser as causas geradoras de um efeito futuro, que é o alcance das metas estipuladas.

Com isso, ele deverá conter todas as descrições das ações que cada área deve realizar, juntamente com todas as ferramentas e recursos necessários para a sua realização.

Portanto, deve conter necessariamente:

  • Objetivo geral;
  • Metas;
  • Tarefas para realização;
  • Prazos para as atividades;
  • Recursos financeiros;
  • Responsáveis por cada tarefa;
  • Lista de riscos;
  • Plano de contingência.

Deve-se entender que os pontos citados são apenas os fatores essenciais, os planos de ação podem ser adaptados para qualquer empresa de acordo com as suas próprias necessidades e cenário do negócio.

Por que criar um plano de ação?

Como já há conhecimento do que é um plano de ação e de seus objetivos, serão entendidos os benefícios de criar um bom planejamento dele, de maneira a beneficiar a empresa por completo.

Economia e otimização de tempo

Quando é criado um planejamento completo de todas as ações que um negócio precisa realizar, contendo cada passo a ser seguido, há uma economia do tempo, uma vez que as estratégias já estão prontas e só precisam ser executadas.

Além disso, ter um plano garante que cada colaborador saiba qual é o seu trabalho e o que ele precisa fazer, diminuindo a taxa de erro consideravelmente, diminuindo o retrabalho, pois ele não terá que consertar o erro refazendo todo o processo.

Na prática: um trabalhador de uma empresa de copos de vidro personalizados que sabe que precisa cuidar da avaliação dos resultados da publicidade não irá criar o design dela, ou seja, dois deles não realizarão a mesma tarefa sem necessidade.

Outro fator relacionado ao tempo é que os colaboradores não acabam realizando as atividades de seus colegas, deixando algumas de lado ou sem fazer, pois têm um documento contendo tudo o que precisam cumprir, usando o tempo com sabedoria.

Por fim, o plano de ação garante que todas as atividades realizadas sejam feitas com sentido e sendo capazes de proporcionar resultados à empresa.

Assim, diminui-se o gasto de tempo com estratégias desnecessárias que não conseguirão proporcionar resultados.

Isso é, uma empresa de locação ônibus que sabe que seu público está concentrado nas redes sociais, investirá em ações nesses canais, ao invés de perder tempo investindo no e-mail em que não há melhora dos seus resultados.

Dessa maneira, com todas essas situações prevenidas, a empresa consegue ter uma economia de tempo com atividades desnecessárias ou repetição delas ou até mesmo com pensamentos sobre o que deve ser feito.

Resguardo de problemas e surpresas

Como visto, um tópico exigido pelo plano de ação é a implementação de uma lista de riscos e de um planejamento de contingência, o que é essencial para um negócio conseguir se desenvolver dentro de um mercado que muda tanto e a todo momento.

Isso significa que a empresa terá acesso a um planejamento completo de acordo com cada problema que surgir, conseguindo lidar com eles com calma e sem desespero.

Além de conseguir controlar a situação antes de ela causar diversos prejuízos.

Assim, uma gráfica que tem todo um passo a passo completo em caso de o mercado entrar em baixa, como aumentar a publicidade de seu trabalho por meio de uma impressora térmica etiqueta colorida, consegue lidar com a situação mais facilmente.

Dessa maneira, ela consegue se destacar no mercado, uma vez que estará preparada para situações adversas, pronta para atender os clientes necessitados, enquanto as concorrentes podem estar com dificuldades de produzir.

Tomada de decisões com objetividade

O plano de ação permite que uma estrutura definida consiga declarar quais os caminhos a serem seguidos e quais as melhores ações para cada situação, conseguindo se tornar até mais ágil com o tempo de prática, devido a uma padronização dos processos.

De maneira geral, toda a equipe já conhece as estratégias e o modelo de ação que precisa ser utilizado em cada momento necessário, o que garante que as decisões sejam mais assertivas e conseguindo aplicar soluções em menos tempo.

Com isso, o fluxo de trabalho continua de um jeito melhor, pois se a tarefa anterior é realizada com objetividade, a próxima, dependente dela, seguirá esse ideal de assertividade, realizando da mesma forma.

Por exemplo, em uma empresa que produz cartão de visita cabeleireiro, se o criador de design realizar o trabalho com objetividade, a próxima etapa de aplicação da publicidade será mais descomplicada, pois todo o conceito estará claro e eficiente.

Identificação e adaptação de problemas

Com o plano de ação, é implementado um acompanhamento das estratégias aplicadas, um ponto essencial para garantir o desenvolvimento pleno de qualquer empresa, pois ela consegue adaptar tudo o que faz.

Isso é, quando ela analisa as estratégias que foram usadas, ela consegue entender se o que foi feito é eficiente para que ela alcance os seus resultados ou se eles não conseguiram atingir os seus objetivos como era o esperado.

Dessa forma, ela é capaz de adaptar tudo o que não deu certo, transformando-os em estratégias eficientes e que consigam ajudá-la a seguir alcançando os objetivos de cada projeto.

Assim como ela consegue continuar utilizando o que deu certo ou melhorar as suas aplicações, garantindo que tudo corra como o planejado.

Por exemplo, uma empresa que instala placa de gesso 3D percebe que a forma com que ela implementou a campanha de seu serviço não conseguiu garantir interesse é capaz de mudar os canais de aplicação para garantir que chegue até eles com qualidade.

Dessa forma, a empresa torna as suas estratégias cada vez mais eficientes e com qualidade aumentada, o que diminui os gastos financeiros e de tempo com campanhas que não a ajudarão a alcançar os seus resultados.

Por exemplo, uma empresa que instala placa de gesso 3D percebe que determinada campanha não fez tanto sucesso devido ao canal que foi utilizado, conseguindo mudá-lo e adaptar para melhorar nos próximos projetos.

Aumento da produtividade

Como consequência ao fato de a empresa conseguir alcançar os seus objetivos com mais frequência, os colaboradores se tornam mais produtivos, pois percebem que o seu trabalho teve resultado em ajudá-la a crescer.

Além disso, com um trabalho mais específico e direcionado, eles conseguem focar exatamente naquilo que é necessário, fazendo com que eles consigam produzir mais e mais eficientemente em um menor espaço de tempo.

Assim, uma empresa que vende sacola kraft branca em que os trabalhadores tenham bem definido o que devem fazer, conseguem focar nas estratégias que dão certo e, consequentemente, produzir mais, o que aumenta a sua motivação.

Como criar um bom plano

Portanto, criar um bom plano de ação é imprescindível para o desenvolvimento com qualidade das empresas.

O problema surge na hora de criá-lo com qualidade, por esse motivo, seguem algumas dicas para tal:

  • Defina objetivos claros, específicos e alcançáveis;
  • Redija uma lista de tudo que deve ser feito;
  • Estipule prazos para cumprir cada tarefa;
  • Separe as funções de cada grupo;
  • Faça uma representação visual para facilitar a compreensão;
  • Integre todos os funcionários ao planejamento;
  • Faça uma análise do mercado e dos riscos;
  • Acompanhe com frequência os resultados;
  • Conheça os seus clientes e seus gostos;
  • Analise a concorrência;
  • Treine os funcionários.

Com isso, é possível estabelecer um plano de ação dentro da empresa com mais qualidade e garantindo que ela consiga usufruir de todos os seus benefícios disponíveis.

Conclusão

Em suma, implementar um plano de ação é muito benéfico para qualquer empresa, seja ela uma loja de roupa ou uma oficina mecânica automotiva, pois ela será capaz de organizar o trabalho e garantir o seu desenvolvimento.

É válido ressaltar que ela pode proporcionar diversas vantagens, mas exige que o gestor o realize com cuidado, qualidade e seguindo algumas dicas essenciais, como as que foram citadas ao longo deste texto.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.